By URL
By Username
By MRSS
Enter a URL of an MRSS feed
 
or

Os iraquianos estão indignados com a libertação do líder dos guardas militares americanos, Charles Graner, condenado por abusos de poder contra detentos na prisão de Abu Ghraib, em Bagdá, após imagens que abalaram a reputação do exército americano em 2004. Graner, de 42 anos, estava detido na prisão de segurança máxima do Exército americano e deveria cumprir dez anos de sentença, mas foi colocado em liberdade, neste sábado, após seis anos e meio de detenção, causando polêmica no país.